ABDOMINOPLASTIA

INFORMAÇÕES GENÉRICAS

A Abdominoplastia é uma operação realizada para eliminar o excesso de tecido gorduroso e flacidez de pele principalmente na parte média e inferior do abdome. Frequentemente, mulheres que passam por várias gestações têm uma quantidade excessiva de pele nessa região como um resultado do aumento de volume do abdome na gravidez. A redução acentuada do peso corporal também pode ser responsável pelas alterações passíveis de correção pela Abdominoplastia.

Durante a operação, o cirurgião descola a pele da parte inferior do abdome e a estica para baixo removendo a pele dentro do que é chamado “linha do biquíni”.

Sendo uma operação que retira certa quantidade de pele e gordura, haverá uma redução muito discreta no peso corporal. Entretanto, não é a quantidade de gramas retirados que definirá o resultado estético final, mas sim, a manutenção da forma, proporcionalidade e da harmonia do corpo como um todo.

Contudo, nos casos em que o peso da paciente se apresente acima do normal, bons resultados também poderão ser atingidos, em especial se associados a tratamento clínico ou fisioterápico para aquelas outras partes do corpo que também apresentem excesso de gordura, pois a beleza é sempre representada pela harmonia havida entre todas as partes do corpo.

Muitas vezes não é possível fazer uma retirada completa de estrias ocasionadas pela gestação. As estrias situadas acima da cicatriz umbilical serão tracionadas para baixo, mas permanecerão, ainda que em nova posição

Além da retirada de pele flácida e gordura, nessa operação é também corrigido o afastamento dos músculos abdominais que geralmente resultam das gestações. Isso permitirá um melhor acinturamento.

Em princípio, a Abdominoplastia só deverá ser realizada em mulheres quando a paciente já tenha tido todos os filhos. Uma nova gestação é possível, mas poderá comprometer o resultado da cirurgia.

 

 

Anestesia

Geralmente emprega-se a anestesia peridural com sedação, salvo em casos a serem analisados individualmente, onde se torna necessária a anestesia geral. Há possibilidade de que a escolha seja feita pela paciente, todavia com prévia ponderação de sua conveniência com a equipe cirúrgica e anestésica.                             

Operação

Dura em média 2 a 3 horas, podendo variar para mais ou menos dependendo do caso.

Associação com Lipoaspiração

A gordura localizada em áreas vizinhas do abdome poderá ser corrigida acrescentando-se um procedimento de Lipoaspiração. Atualmente associamos também Lipoaspiração na região superior e anterior do abdome (estômago), procedimento denominado Lipoabdominoplastia, que proporciona um melhor contorno da região abdominal.

Lipoaspiração de Definição – Lipo HD

Inicialmente a Lipoaspiração surgiu como uma alternativa para retirada de depósitos indesejáveis de gordura na superfície corporal, no entanto proporcionava redução de volume sem refinamento de contorno nas áreas tratadas.

Com a evolução do método, passou a se dar enfoque especial na definição mais apurada do contorno corporal. No corpo humano esteticamente ideal, o contorno muscular com a transição marcada entre as regiões, realçando depressões, saliências e sombras naturais é visível e definido.

A Lipoaspiração de definição ou Lipo HD é um refinamento técnico, que tem um apelo especial no tratamento do abdome, onde o cirurgião atua como um verdadeiro escultor corporal, realçando o contorno muscular existente abaixo da camada de gordura, com retirada de gordura em áreas onde tipicamente é escassa (espaços negativos) e Lipoenxertia (injeção de gordura) em áreas naturalmente mais volumosas, como os músculos retos abdominais. As zonas de transição entre as regiões mais salientes e mais deprimidas também são realçadas.

Lipoenxertia nos Músculos Retos Abdominais (Rectus Abdominis Fat Transfer – RAFT)

A gordura retirada pela lipoaspiração pode ser utilizada para preenchimento e aumento da definição dos músculos retos abdominais, realçando ainda mais seu contorno, podendo se alcançar um resultado onde apareçam os desejados “gominhos” no abdome ou “abdome em tanquinho”.

Localização da cicatriz da operação

A cicatriz se localiza horizontalmente, logo acima da implantação dos pêlos pubianos, prolongando-se lateralmente em maior ou menor extensão, na dependência do tipo de abdome a ser corrigido. A cicatriz é planejada para ficar oculta sob uma roupa de banho tipo biquíni. É preciso ficar claro que há certos tipos de biquínis que não cobrirão totalmente a cicatriz, e que também, escolhida a posição da cicatriz, esta é definitiva e não poderá ser mudada de lugar “conforme a moda”. Haverá também uma cicatriz na região umbilical (no fundo do umbigo).

Período de internação

O período normal de internação é de um dia.

Normalmente a operação é pouco dolorosa, sendo essas dores facilmente combatidas com analgésicos comuns.

Forma

O abdome pode apresentar, nessa fase, um aspecto esticado ou plano. Com o decorrer do tempo, e o auxílio dos exercícios para modelagem, o resultado definitivo será gradativamente atingido. Quanto ao umbigo, é aproveitado o da própria paciente, que é transposto e se necessário remodelado.

Período de Recuperação

É variável de pessoa para pessoa, mas em média, gira em torno de 20 a 30 dias. A partir daí a paciente começa a ter condições para trabalhar, ainda que com restrições.

Uso de cinta

O uso da cinta, em caso de Abdominoplastias, é ininterrupto, já que tem como função moldar o corpo recém esculpido, principalmente se for associada uma lipoaspiração. A cinta tem por finalidade acolchoar a pele dolorida enquanto realiza leve compressão sobre a pele descolada. Deverá ser usada por pelo menos 2 meses após a cirurgia.

Retirada dos pontos

Em média, do 7º ao 21º dia.

Banho completo

Geralmente depois de decorridos 2 ou 3 dias da cirurgia. Contudo, alguns casos poderão necessitar cuidados especiais sobre a área operada, sendo então recomendado evitar o umedecimento do local por 7 dias. Aconselhável acompanhante.

Retorno às atividades esportivas

Pacientes submetidas a Abdominoplastia podem retornar às atividades esportivas depois de decorridos 60 dias da operação, porém alguns exercícios serão iniciados antes e serão benéficos. Os exercícios abdominais pós-operatórios (após o 2° mês) serão recomendados e serão importantes para manter a firmeza da musculatura e portando melhorar o resultado da operação. Exercícios mais leves (como caminhadas) poderão ser iniciados depois de decorridos 30 dias.

Uma nova gravidez

A abdominoplastia não impede que a paciente venha a ter filhos, todavia é o seu médico ginecologista que a informará sobre a conveniência ou não de uma nova gravidez.

Quanto à parte estética, o ideal é que os filhos tenham sido programados para antes da abdominoplastia. Não sendo isso possível, e advindo uma nova gravidez, uma maneira de preservar o bom resultado obtido é controlar o peso adequadamente durante a nova gestação.