Rugas não precisam ser um problema. Saiba porquê

Rugas são linhas e depressões que se formam na pele com o envelhecimento. São dobras que ocorrem na pele ao longo dos anos pela força da musculatura e movimentos tanto dos membros como de todos os músculos da face, chamados de músculos de expressão facial. Essas dobras, quando associadas aos efeitos solares, podem se tornar definitivas, profundas e até mesmo apresentarem alterações na qualidade da pele no fundo das mesmas. Elas aparecem principalmente em áreas mais expostas ao sol, como rosto, pescoço, mãos e braços.

O aparecimento das rugas faciais se inicia pelo aparecimento das marcas do envelhecimento cronológico nas áreas de maior expressão facial. Além do aparecimento das rugas, com o processo do envelhecimento pode haver algumas alterações de cor da pele da face, pequenos tumores benignos como por exemplo as chamadas ceratoses (marcas marrons a pretas com superfície rugosa), melanoses (manchas marrons), nevos (pintas pretas), aumento do número de vasos sanguíneos e até mesmo leucodermias (manchas brancas pequenas arredondadas).

Tipos

Existem diversas classificações de rugas, a mais conhecida é de um autor chamado Glogau. Ele divide na realidade, não somente as rugas, como o processo de envelhecimento, em uma escala:

  • Tipo 1: sem rugas
  • Tipo 2: rugas dinâmicas, que se forma com a expressão facial
  • Tipo 3: rugas de repouso
  • Tipo 4: quando há rugas em toda face, independente da expressão facial.

Causas

As rugas aparecem como um processo natural do envelhecimento chamado intrínseco e também tem sua evolução influenciada pelos fatores chamados extrínsecos. Não há como evitarmos a expressão dos nossos sentimentos através da mímica facial. O movimento constante e repetitivo da musculatura do rosto leva a formação das rugas naturalmente.

Porém, alguns fatores externos podem acelerar o aparecimento das mesmas e elas não aparecem normalmente sozinhas, considerando um paciente que não utiliza nenhum creme protetor solar ou algum tratamento cosmiátrico, ele vai apresentar todas as lesões de pele já descritas com o passar do tempo, algumas delas se transformam nas chamadas ceratoses solares que são lesões de pele “pré-malignas” e que finalmente acabam se transformando em malignas ou até mesmo, o aparecimento das malignas, sem necessariamente surgirem de uma ceratose actínica.

O sol e os demais fatores vão causando com o tempo rupturas nas fibras mais profundas da pele, especialmente do colágeno, com o processo do envelhecimento ainda se soma o fato de que diminuímos a formação do colágeno. Além disso, há alterações vasculares com aumento de capilares com o tempo levando à formação às vezes de vasos visíveis, principalmente na pessoa com a pele clara.

Tratamentos

Lifting Facial

A ritidoplastia ou lifting é um procedimento que consiste em suspender a pele e estruturas profundas da face, que se tornam pendentes com o avançar da idade. Tem por objetivo melhorar a flacidez e atenuar as rugas da pele.

É uma das técnicas cirúrgicas mais procuradas e que permite resultados mais satisfatórios, mas cujas possibilidades devem ser detalhadamente analisadas e discutidas previamente entre cirurgião e paciente, já que cada caso tem suas características próprias.

Blefaroplastia

A região palpebral costuma ser um demonstrativo de fatores que nem sempre concorrem de maneira positiva para a estética. Entre eles pode-se citar a idade, a textura da pele, os distúrbios de acuidade visual e até os problemas emocionais.

Uma das muitas transformações que as pessoas notam à medida que a idade aumenta é a sobra de pele nas pálpebras. Frequentemente percebe-se inchaço da região pela manhã e ele parece levar cada vez mais tempo para desaparecer.

A flacidez e as rugas das pálpebras são, muitas vezes, acompanhadas do aumento de volume nas partes superiores e inferiores dos olhos, formando bolsas. A blefaroplastia é o procedimento que atua sobre essas estruturas palpebrais, removendo o excesso de pele e as bolsas de gordura, podendo ser realizado isoladamente ou em conjunto com a cirurgia facial de lifting.

Toxina Butolínica

Para melhorar as rugas e paralisar músculos para evitar a formação das mesmas, usa-se uma toxina que pode ser empregada com ótimos resultados. Esta técnica também pode oferecer bons resultados em pacientes jovens com sinais iniciais de envelhecimento, naqueles que não desejam a cirurgia e como complementação após o tratamento cirúrgico.

Produzida pela bactéria Clostridium botulinum tipo A, essa toxina é altamente purificada e não oferece risco ao paciente quando as normas e volumes da aplicação são rigorosamente obedecidas. O mecanismo de ação da toxina consiste da paralisação dos músculos que, devido às firmes aderências com a pele, produzem rugas durante a sua contração.

Vale lembrar que as rugas finas (que aparecem com os músculos da face em repouso) causadas por alterações na textura da pele devido à exposição solar e ao envelhecimento natural não podem ser atenuadas pela aplicação dessa toxina. Nestes casos, recomendamos a realização de um peeling mecânico (Dermabrasão), com radiofrequência fracionada ou com ácidos.